Hard Skills e Soft Skills: tudo o que você precisa saber!

Você já ouviu falar sobre Hard Skills e Soft Skills? Não? E em habilidades importantes que você precisa adicionar ao seu currículo? Pois elas são mais ou menos a mesma coisa. A diferença é que os termos em inglês vão um pouco mais além. E você vai descobrir mais sobre eles logo abaixo!

Nas seleções de emprego, os recrutadores estão ficando cada vez mais atentos ao desenvolvimento dessas tais de Hard Skills e Soft Skills. Isso porque, através delas, é possível conhecer um perfil de candidato que vai além do currículo. 

E para vagas remotas as Soft Skills são ainda mais importantes, pois demonstram a habilidade do futuro colaborador em atuar sob diferentes aspectos. Tá curioso pra saber mais? Então, vamos lá!

O que são Hard Skills e Soft Skills?

Como você leu logo acima, Hard Skills e Soft Skills são habilidades que podem ser desenvolvidas pelos candidatos. E que acrescentam muito ao currículo e às entrevistas de emprego. Elas podem ser trabalhadas de várias formas: junto ao RH da empresa e ao líder direto, através do Planejamento de Desenvolvimento Individual, por exemplo. Ou também sozinhas, num processo de autodesenvolvimento. Para isso basta você, candidato, entender quais são os pontos a serem melhorados na sua carreira profissional e em quais habilidades você precisa ou deseja dar um gás.

Hard Skills

As Hard Skills são habilidades mais palpáveis. Ou seja, aquelas que você aprende através de cursos, workshops, livros, certificações, etc. Essas são um pouco “mais fáceis” de serem trabalhadas, uma vez que você precisa se concentrar em aprender ou ensinar algo. 

No currículo, existe uma parte específica para destacá-las. Lá é onde você mostra ao recrutador o seu nível na utilização de softwares, proficiência em línguas, formação acadêmica e por aí vai. 

Então, se você quer desenvolver suas Hard Skills, comece buscando por formas concretas de melhorar suas habilidades técnicas. Um Desenvolvedor pode tentar aprender uma outra linguagem. Assim como um analista de Marketing pode estudar mais sobre Product Led Growth — alô, especialistas —, por exemplo. 

O importante aqui é que você foque em habilidades que realmente acrescentem técnica ao seu desenvolvimento profissional. Faça uma análise: o que está faltando aprender para desempenhar essa função? Que ferramentas quero dominar? O que pode ser melhorado? Tem alguma Hard Skill específica que eu preciso desenvolver para uma vaga a qual estou me aplicando?

A partir daí, é só organizar seus estudos e começar a colocar em prática tudo o que aprendeu!

Soft Skills

As Soft Skills são habilidades que estão no campo dos pensamentos, das emoções e da forma como você lida com elas. E, sim, elas são bem mais sutis e difíceis de serem desenvolvidas. Isso porque não é tão simples desenvolver habilidades que, muitas vezes, não dependem só de você. É o caso da gestão de conflitos, por exemplo. 

O mesmo vale para a tão comentada inteligência emocional, que todos tivemos que desenvolver um pouquinho no último ano, certo?

O fato é que são muitas as Soft Skills que podem ser desenvolvidas. E as que você deve escolher precisam estar baseadas no seu perfil profissional. Pense comigo: líderes precisam desenvolver mais a parte de gestão de conflitos do que um analista júnior, certo? Mas isso não significa que essa habilidade deva ser deixada de lado pelos profissionais em cargos não gerenciais. 

E no trabalho remoto?

Em um cenário de trabalho remoto, existem algumas outras Soft Skills que são bastante procuradas pelos recrutadores. E se você não tiver ideia de por onde começar, pode focar nessas:

  • Comunicação interpessoal;
  • Resiliência;
  • Empatia;
  • Colaboração entre equipes;
  • Pensamento crítico e analítico;
  • E escuta ativa.

Afinal, qual a diferença entre Hard Skills e Soft Skills?

Ambas são muito importantes para o seu desenvolvimento profissional. Entretanto, as Hard Skills estão mais ligadas à evolução da sua profissão, enquanto as Soft Skill estão ligadas ao seu relacionamento com o time e a empresa

É fundamental que você busque equalizar a prática em ambas as habilidades para se tornar um profissional completo e aberto aos desafios.

As Soft Skills, como mencionamos, são mais complexas. Por isso, além de treiná-las no dia a dia, você também pode optar por realizar alguns cursos. 

Dica: O livro Inteligência Emocional, de Daniel Goleman, é uma boa leitura para ajudar você no desenvolvimento de Soft Skills.

Já para as Hard Skills, busque cursos e workshops que complementem ou ampliem sua técnica. Segundo a metodologia de aprendizagem 70, 20, 10, para aprendermos algo novo, devemos focar 70% dos nossos esforços em ações que apliquem o aprendizado no dia a dia; 20% em ações que compartilham conhecimento com outras pessoas — esteja você aprendendo ou ensinando; e 10% em ações formais, como cursos e livros.

Metodologia de aprendizagem 70,20,10

Por isso, a dica é que você tente colocar em prática tudo o que aprendeu. Seja no campo das hard Skills ou Soft Skills. 

Como desenvolver suas Hard Skills e Soft Skills?

O primeiro passo é identificar quais são os pontos de melhoria que você precisa trabalhar. Tem dúvidas? Não sabe o que precisa ser desenvolvido? O que acha de pedir alguns feedbacks para antigos ou atuais colegas de trabalho? As Soft Skills também podem ser trabalhadas em grupos de amigos e familiares. Vá fundo nos feedbacks e anote tudo!

Depois, coloque tudo em uma folha ou programa de texto e comece a refletir sobre o que foi falado. Mas não pare por aí. Escreva também o que você pode fazer para que vença os desafios e avance.

Um exemplo

Um colega de trabalho falou que você costuma impor sua opinião e não se preocupa com o restante do grupo. Isso significa que, talvez, você não esteja escutando o time. O que você pode fazer para melhorar isso? Ter mais empatia com seus colegas? Como você pode fazer isso?

Nesse contexto, analise:

  • O que foi falado;
  • Qual o cenário;
  • O que você pode fazer para melhorar;
  • E como você pode fazer para melhorar.


Nesse caso, a resposta pode ser investir no desenvolvimento da escuta ativa, uma Soft Skill muito importante para o relacionamento dos times. 

Identifique os pontos a serem melhorados, implemente as mudanças e mensure os resultados! E lembre-se: isso vale tanto para Hard Skills quanto para Soft Skills. 

A importância dessas habilidades na contratação

Em um processo de contratação, os recrutadores buscam por candidatos que possuam habilidades alinhadas com o que a vaga precisa. E, talvez seja um pouco difícil saber, de antemão, quais são elas. Entretanto, algumas empresas possuem modelos de avaliação de performance dos seus colaboradores que são pautadas em Potencial x Desempenho, como a Matriz 9 Box, uma das mais famosas.

Matriz 9 Box

Para chegar a um resultado na Matriz 9 Box, algumas perguntas devem ser respondidas em uma autoavaliação, além da avaliação feita pelo gestor direto do profissional. O objetivo é classificar o colaborador na escala “abaixo do esperado, dentro do esperado ou acima do esperado”.

Através dessas perguntas é analisado o potencial de crescimento e evolução do colaborador dentro de uma empresa. E você com certeza vai encontrar alguns dos temas abaixo em qualquer avaliação:

  • Comprometimento;
  • Foco no cliente;
  • Foco no resultado;
  • Capacidade analítica;
  • Resiliência;
  • Relacionamento interpessoal;
  • Comunicação;
  • Feedback;
  • Autodesenvolvimento;
  • Postura crítica;
  • Gestão de conflitos;
  • Entre outras.

Por isso, é importante você estar atento a essas Soft Skills! Contudo, a avaliação não é baseada somente nelas. Então não esqueça do seu desenvolvimento nas Hard Skills também. 

Como demonstrar essas habilidades para o recrutador?

As Hard Skills são facilmente encontradas no seu currículo. Mas, durante uma entrevista de emprego, vale ressaltar as habilidades em que você mais se destaca.

Já as Soft Skills devem ser expostas de forma natural durante a conversa. A menos que o recrutador pergunte diretamente sobre elas. 

O trabalho remoto e a valorização de Hard e Soft Skills específicas

Trabalhar em uma empresa de forma remota exige do candidato algumas Skills específicas. Isso porque o trabalho acontece de forma totalmente online. Por isso, durante o processo seletivo com a empresa, destaque também as suas habilidades que vão contribuir para um ambiente de trabalho remoto saudável.

Colaboração e comunicação são pontos centrais nesse cenário. Reuniões diárias, feitas de forma assíncrona, demandam disciplina de todos os integrante do grupo. O mesmo vale para conhecimentos básicos em plataformas de gestão de projetos, como Notion e Slack.

Por isso, não deixe de falar sobre suas experiências anteriores — o que deu certo e o que deu errado? E como você venceu estes desafios?  

Desenvolver Hard Skills e Soft Skills é um trabalho constante para um profissional. Então não tente se desenvolver em tudo de uma única vez, ok? Siga as nossas dicas e vá testando o que funciona melhor para você! E, se você está em busca de vagas remotas, não deixe de conferir a nossa seleção com as melhores empresas para trabalhar remotamente!

Deixe o seu pensamento